Viúva de Domingos Montagner fala pela primeira vez desde a morte do ator

Em entrevista à revista Marie Claire, a viúva de Domingos Montagner, Luciana Lima, falou pela primeira vez sobre a morte do ator, ocorrida em setembro de 2016 durante as gravações finais da novela Velho Chico. A conversa ocorreu em meio à comemoração de 20 anos da La Minima, companhia circense criada por Montagner em parceria com Fernando Sampaio, um de seus amigos mais próximos.

“Ainda é muito turvo o que vivi nas primeiras semanas, mas em nenhum pensei em desistir [de comemorar]”, disse ela sobre fazer o aniversário da companhia após a perda do marido. No dia do acidente, ela afirma que não acompanhou redes sociais e, só depois de receber ligação do empresário de Montagner, recomendou que seus filhos deixassem a escola mais cedo para que não “deparassem com o burburinho”.

“O [filho] mais velho estava em casa e, assim que cheguei, contei a ele o que estava acontecendo. Ele respondeu: ‘Não vai acontecer nada, meu pai sabe nadar e não pode ir contra a correnteza.’” Após voltarem da escola, Luciana contou ao mais novo o que se passava, e o filho do meio começou a chorar.

Pouco depois disso, veio a ligação de Mônica Albuquerque, diretora de produção da novela, que lhe anunciou a morte de Montagner. “Ela disse: ‘Lu’. Nesse ‘Lu’, eu senti. ‘Você tem uma notícia boa para mim?’, perguntei. Ela disse que não”, comentou.

Luciana disse que é um exercício constante ressignificar o que viveu com Montagner e, também, que os filhos a ajudam a superar a situação. “Como, para eles, o agora é mais importante que o amanhã, é esse imediatismo deles que me sustenta. Estamos aprendendo a viver nessa nova configuração de família”, contou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Post Author: Rede Social