Preso homem que matou bebê durante ataque a tiros em Porto Alegre

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (20), um homem de 43 anos apontado como um dos executores do ataque a tiros que resultou na morte de um bebê de 1 ano e deixou quatro pessoas feridas na Vila Maria da Conceição, na Zona Leste de Porto Alegre, em fevereiro.

O criminoso, que tinha prisão temporária decretada, foi encontrado dentro de um carro, utilizando uma carteira de habilitação falsa, perto da casa da sua companheira.

Entenda o caso

No dia 2 de fevereiro, na rua Paulino Azurenha, uma tentativa de chacina vitimou o bebê Emanuel e feriu quatro adultos. Conforme a Polícia Civil, quatro homens a bordo de um carro branco chegaram no local, sendo que um bandido desembarcou do veículo desferindo disparos em direção às pessoas que estavam na via.

O aprofundamento das investigações, conduzidas pelo delegado Guilherme Gerhardt, levou a uma complexa rede criminosa, encabeçada por quatro detentos que tinham pontos de tráfico na Vila Maria da Conceição e acabaram expulsos do local após a morte do traficante conhecido como Colete, executado a tiros em 2018. Os detentos organizam constantes ataques no local , sob pretexto de vingar a morte de Colete. Esses ataques tem a intenção de causar mortes e temor, bem como subtrair drogas , dinheiro e arma dos rivais.

O inquérito apontou 14 pessoas na condição de investigados: quatro detentos do regime fechado, quatro em prisão domiciliar e outras seis pessoas que se encontram em liberdade – todos com posições bem definidas na cadeia criminosa.

Após representação policial, o Judiciário deferiu oito prisões temporárias e 13 mandados de busca e apreensão, a maioria para a cidade de Porto Alegre.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Post Author: rita