O Barcelona ofereceu 625 milhões de reais para tirar o brasileiro Philippe Coutinho do Liverpool. Caso o negócio seja concretizado, será o segundo maior valor já pago por um jogador de futebol, perdendo apenas para Neymar

O Barcelona (Espanha) apresentou proposta de 160 milhões de euros (R$ 625 milhões) para comprar os direitos federativos de Philippe Coutinho do Liverpool (Inglaterra). Segundo fontes ligadas às tratativas, a intenção da equipe catalã é fechar o negócio até o início da semana que vem e apresentar o brasileiro de 25 anos à torcida no estádio Camp Nou o mais rápido possível. A janela de transferências internacionais foi aberta na segunda-feira e se encerrará no dia 31.

O meia da Seleção Brasileira sob o comando do técnico Tite já teria entrado em contado com o técnico do time espanhol, Ernesto Valverde, e ouviu o argumento de que ele que se encaixaria na equipe titular. Coutinho também já teria manifestado ao  técnico alemão Jurgen Klopp e à diretoria do clube da cidade dos Beatles a sua vontade de trocar de equipe e pediu que sua situação seja compreendida. Antes disso, conversou com colegas de seu país, que o encorajaram a mudar de endereço.

Dentre os que o estimularam a insistir na transferência foi Neymar, que no ano passado fez uma espécie de “caminho inverso” ao de Coutinho, trocando o Barcelona pelo PSG (Paris Saint-Germain), na mais cara contratação de um jogador já registrada na história do futebol.

Em agosto do ano passado, o Barcelona já havia apresentado três ofertas para contratar o brasileiro, todas recusadas pelo Liverpool. O clube inglês chegou a divulgar um comunicado oficial, dizendo que Coutinho não estava à venda. Apesar de contrariado, o armador não viu outra solução que não fosse continuar no Reino Unido.

Se concretizada, a transferência fará de Coutinho o segundo jogador mais caro da história do futebol, ficando atrás apenas dos 222 milhões de euros (R$ 867,5 milhões em valores atuais) que o PSG pagou ao Barcelona por Neymar.

De acordo com a imprensa espanhola, representantes de Coutinho procuram casa para o brasileiro em Barcelona. Em 31 de dezembro, a Nike, patrocinadora do time catalão, publicou uma imagem da camisa que Coutinho usaria no Camp Nou. O post das redes sociais foi apagado minutos depois, mas irritou a cúpula do Liverpool.

Trajetória

Nascido no Rio de Janeiro, Philippe Coutinho iniciou a sua carreira profissional no Vasco da Gama, em 2009. Desde então, já vestiu as camisas da Internazionale de Milão (Itália), Espanyol (Espanha), Liverpool (Inglaterra).

Na Seleção Brasileira, a sua primeira convocação ocorreu em agosto de 2010, quando o escrete nacional tinha como treinador o gaúcho Mano Menezes, que o chamou para um período de treinamentos na Europa, sem jogos oficiais. A estreia oficial com a verde-e-amarela ocorreria em outubro daquele mesmo ano, em um amistoso contra o Irã.

Já na segunda gestão do técnico Dunga, Coutinho foi convocado para amistosos contra a Colômbia e o Equador. Ele integrou o elenco que disputou a Copa América Centenário em 2016, quando o Brasil acabou eliminado na primeira fase. Com a entrada de Tite no lugar de Dunga, o meia foi convocado para as eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 e, desde então, tem feito parte do time titular.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Post Author: rita