Britney Spears é chamada de “comunista” após pedir greves e distribuição de renda

Em meio à pandemia do novo coronavírus, Britney Spears, de 38 anos, foi às redes sociais para falar sobre a distribuição de renda e convocar uma greve.

“Durante esse período de isolamento, precisamos nos conectar agora mais do que nunca”, escreveu a cantora no Instagram, na segunda-feira (23). “Ligue para seus entes queridos, escreva cartas virtuais de amor. Tecnologias como a comunicação virtual, o streaming e as transmissões fazem parte da colaboração da comunidade. Vamos aprender a nos beijar e nos abraçar através das ondas da web”.

A publicação continua com Spears pedindo aos fãs: “Vamos nos alimentar, redistribuir riquezas, fazer greve. Vamos entender nossa própria importância, dos lugares em que devemos ficar”.

A publicação repercutiu nas redes sociais e a cantora foi elogiada por muitos, mas também taxada de comunista. “Bem-vindo à família socialista e de esquerda!” disse um usuário do Twitter. “A socialista mais inesperada do mundo”, disse outro.

Celebridades de diversas partes do mundo já contraíram o novo coronavírus, e estão frequentemente fazendo alertas para as pessoas seguirem as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Post Author: rita