Brad Pitt negou as acusações de Angelina Jolie e disse ter gasto milhões de dólares para sustentar a ex-mulher e os filhos

O ator Brad Pitt refutou na quarta-feira (8) as afirmações de que não sustentou seus filhos e acusou a ex-mulher Angelina Jolie de tentar manipular a mídia durante o demorado processo de divórcio do casal.

No round mais recente da troca de acusações entre o poderoso ex-casal de Hollywood antes conhecido como Brangelina, os advogados de Pitt disseram que o ator pagou mais de US$ 1,3 milhão (cerca de R$ 4,9 milhões) em contas para Angelina e seus seis filhos desde a separação em 2016.

Em documentos apresentados à Suprema Corte de Los Angeles, os advogados também afirmaram que Pitt emprestou US$ 8 milhões (cerca de R$ 30,1 milhões) à atriz para ajudá-la a comprar sua casa atual.

Na terça-feira (7) os advogados de Jolie disseram em autos registrados em um tribunal que Pitt “não pagou nenhuma pensão alimentícia significativa” desde que ela pediu divórcio em setembro de 2016.

Segundo os advogados de Pitt, as afirmações de Angelina Jolie são “um esforço mal disfarçado para manipular a cobertura midiática”.

Brad Pitt e Angelina Jolie foram casados por dois anos e viveram um romance de 10 anos que os transformou em um dos pares mais glamorosos de Hollywood. Ela está pedindo a custódia principal dos seis filhos.

Ainda na terça-feira a estrela de “Malévola” disse que quer acelerar o divórcio e voltar a ser solteira até o final de 2018.

Comunicado

Após a declaração do ator, Angelina dirigiu um comunicado à revista People por meio de sua advogada, Samantha Bley DeJean, para expor sua perspectiva da história.

De acordo com a mensagem, a atitude de Angelina Jolie “foi legalmente apropriada e factualmente precisa em todos os aspectos”. “O que foi apresentado pelo lado de Brad hoje é uma tentativa gritante de ofuscar a verdade e desviar a atenção do fato de que ele não cumpriu integralmente suas obrigações legais de apoiar as crianças”, declara a carta redigida pela advogada de Jolie, obrigada por juiz a aumentar o contato de Pitt.

Samantha Bley DeJean ainda explica o valor indicado pelo ex-marido de sua cliente em sua defesa: “Após o incidente de setembro de 2016, Angelina e as crianças precisaram se mudar da casa da família, já que Brad preferiu ficar com ela, incluindo todo o seu conteúdo”. O comunicado afirma que o artista foi “convidado a ajudar na compra de uma nova casa para Angelina” e seus seis filhos, mas que “emprestou dinheiro e está cobrando seu interesse em um plano de pagamento”. Mesmo declarando que Jolie honra a atitude do ex-marido, ela declarou: “Um empréstimo não é, no entanto, pensão para as crianças e representá-lo como tal é enganoso e impreciso”.

A proposta de Angelina Jolie é fazer “Brad pagar 50% das despesas das crianças”, já que, segundo a defesa afirma, ele não pagou até hoje. “Angelina teve que arcar com a maioria deles sem sua contribuição nos últimos dois anos. A pensão não é opcional na Califórnia”, declarou Samantha Bley DeJean. “Tipicamente, um pai com condição pagaria essas despesas voluntariamente, sem a necessidade de um pedido ou ordem judicial. Estamos esperançosos de que isso possa ser resolvido sem mais demora”, afirmou a advogada da artista.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Post Author: rita